Campo Novo News

Policiais civis prendem em flagrante autor de roubo e estupro contra jovem em Várzea Grande

Policiais civis prendem em flagrante autor de roubo e estupro contra jovem em Várzea Grande

Policiais civis prendem em flagrante autor de roubo e estupro contra jovem em Várzea Grande

Criminoso invadiu residência da vítima, cometeu o abuso e depois roubou itens pessoais.

Uma equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande prendeu em flagrante, na noite deste sábado (09.12), um homem de 31 anos pelo crime de roubo seguido de estupro. Os crimes ocorreram na região do bairro Cristo Rei.

A vítima contou que estava chegava em sua residência, no início da manhã de sábado, quando foi abordada por um homem que pediu água. A jovem passou a água pelo buraco do muro, contudo, o criminoso voltou e pediu um balde alegando que precisava colocar água no radiador do veículo. Quando a vítima abriu o portão, o suspeito a agarrou pelo pescoço dizendo que era um assalto e mandou entrar na residência. Armado com uma faca e ameaçando a vítima, o criminoso abusou sexualmente da jovem, roubou seu aparelho celular e carteira com documentos e fugiu trancando o portão da casa.

Com as informações prestadas pela vítima, a equipe da Derf de Várzea Grande iniciou as diligências para identificar o suspeito e conseguiu chegar ao veículo utilizado por ele, um modelo GM Celta prata.

O suspeito foi localizado pelos policiais da Derf no bairro Dom Aquino, em Cuiabá. Durante a abordagem , ele entregou a faca utilizada para ameaçar a vítima e o celular roubado que estavam em sua posse no momento da prisão. O suspeito foi encaminhado à delegacia especializada e reconhecido formalmente pela vítima.

Em interrogatório, ele confessou os crimes e disse que após roubar e abusar da vítima, seguiu para seu trabalho, uma oficina mecânica no bairro Parque Cuiabá. Depois foi em uma loja onde comprou roupas e por volta das 19h seguiu para um jogo de futebol.

O criminoso foi autuado em flagrante pelos crimes de roubo majorado e estupro consumado. A autoridade policial representou ao Poder Judiciário pela conversão do flagrante em prisão preventiva.

Fonte: pjc.mt.gov.br

Viu essas notícias?